quarta-feira, julho 17, 2019
Profissão

Analista de suporte

analista de suporte

Hoje em dia, a tecnologia da informação se tornou praticamente indispensável no dia a dia de muitas empresas. Isso porque, a grande maioria das operações está ligada a softwares, computadores e gadgets. Para dar conta da manutenção de tudo isso, é necessário contar com um Analista de Suporte.

É muito comum que os sistemas de TI demonstrem problemas. Até mesmo gigantes da tecnologia precisam de profissionais capacitados que possam resolver qualquer situação, dando o auxílio técnico necessário.

Quer saber mais sobre a profissão de Analista de Suporte? Então continue lendo esse artigo e descubra:

  • O que faz um Analista de Suporte;
  • Média salarial dos profissionais que atuam nesse ramo;
  • Como é a área de atuação de um Analista de Suporte;
  • O que é necessário para atuar nessa profissão.

Confira!

 

O que faz um analista de suporte?

O Analista de Suporte tem um leque de funções bem amplo em sua área de atuação. Isso porque, ele precisa lidar não só com a parte de sistemas, realizando testes, corrigindo bugs e atualizando programas, como também com o setor de atendimento.

É esse profissional que fica encarregado, por exemplo, de abrir chamados, identificar problemas e abrir registros. Por ser multifuncional, ele é cada vez mais requisitado nas empresas.

Quando ganha um profissional do gênero?

A média salarial de um Analista de Suporte depende diretamente do seu nível hierárquico. Também é necessário levar em conta o tamanho da empresa.

Um estagiário, por exemplo, pode ganhar uma bolsa com o valor médio de R$ 1.000.  Já como profissional registrado, o salário médio desse profissional varia em entre R$ 1.500 e R$ 3.500, a nível pleno.

Contudo, é possível que um Analista de Suporte chegue a ganhar R$ 4.500, conforme a empresa, e se subir chegar a subir de nível dentro da empresa em que atua.

Como é a área de atuação de um analista de suporte?

Um dos maiores atrativos para quem deseja se tornar um Analista de Suporte é o tamanho da área de atuação. Levando em conta que vivemos em plena Era Digital, onde a cada dia estamos mais conectados, ela é muito ampla.

Diversas empresas, de todos os segmentos e portes, precisam de um profissional do gênero. Afinal, a grande maioria conta com computadores e softwares dentro de seus escritórios.

Uma das possibilidades do analista de suporte é atuar dentro da equipe de TI de uma empresa. Geralmente empreendimentos de médio e grande porte que tem um departamento específico para isso, uma vez que o investimento para manter esse setor é alto.

Mas, você também poderá atuar prestando serviços, e até mesmo consultoria. Essa é uma grande vantagem, pois, você poderá atuar imediatamente após a formação, e atender os mais variados clientes.

O que é necessário para se tornar um analista de suporte?

Para atuar como Analista de Suporte, você precisa ter formação superior em uma das seguintes áreas: Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Banco de Dados, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Sistemas de Informação ou áreas correlatas.

No entanto, é preciso ter em mente que para se tornar um profissional do gênero, você precisará se atualizar constantemente. Isso porque a cada dia novas tecnologias de Tecnologia da Informação são lançadas, e acabe a ele saber como lidar com elas.

Por isso que um Analista de Suporte precisa sempre estar se especializado. Seja por meio de cursos complementares, ou capacitações. É apenas com a melhoria contínua que você conseguirá se destacar no mercado.

Gostou desse post? Então aproveite para deixar o seu comentário, dúvida ou sugestão.

Deixe uma resposta