terça-feira, outubro 15, 2019
Profissão

Analista fiscal

analista fiscal

A tributação brasileira é bastante complexa. Qualquer deslize pode gerar prejuízo para a empresa e até mesmo ações judiciais. Por isso, ter um profissional encarregado por fazer o pagamento e análise de impostos se torna tão importante para qualquer empreendimento, afinal de contas, sem ele, lidar com todos esses encargos é quase impossível. E é justamente nesse cenário que o Analista Fiscal entra em ação.

Segundo uma pesquisa intitulada “A burocracia no ciclo de vida das empresas”, divulgada pelo Endeavor, pelo menos 86% das empresas tem algum tipo de pendência ou irregularidade no Brasil.

Isso mostra como a demanda por um profissional que entende sobre a lei fiscal brasileira é alta hoje em dia. E você, quer saber mais sobre essa profissão?

Então continue lendo esse artigo e descubra:

Confira!

 

O que faz um Analista Fiscal?

O Analista Fiscal é responsável por fazer a gestão das contas derivadas de impostos, tais como:

  • PIS;
  • Confins;
  • ICMS;
  • ISS, dentre outros.

Basicamente, ele é responsável por implantar a contabilidade em empresas, de modo que elas consigam ficar em dia com a Fazenda, e não tenham qualquer irregularidade.

Pode parecer fácil, mas a lei fiscal brasileira é bastante complexa. Não só pela quantidade de impostos aplicados, mas também por conta dos diferentes tipos de regimes e, claro, as porcentagens que mudam de região para região.

O Analista Fiscal carrega uma grande responsabilidade nas costas. Afinal de contas, é ele que faz desde os lançamentos de encargos, até a emissão de guias de recolhimento.  Isso sem contar na análise constante para verificar se empresa consegue diminuir a quantidade de tributos pagos, de maneira legal.

Por isso, se está pensando em seguir essa carreira, saiba que ela exigirá bastante responsabilidade e empenho da sua parte. Em contrapartida, a remuneração, aliada as oportunidade de mercado para essa profissão, acaba compensando toda a dedicação que terá que dispor ao atuar nessa profissão.

Quanto esse profissional ganha?

De modo geral, a média salarial de qualquer Analista Fiscal depende do nível hierárquico do cargo. Além disso, também é necessário levar em conta o porte da empresa que ele atua, ou, se ele trabalha de forma autônoma, prestando serviços terceirizados.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, que foram fornecidos por milhares de empresas, esse profissional ganha, em média R$ 3.600. Isso para atuar de forma Plena em empresas de médio porte.

É preciso levar em conta que empresas de grande porte, que precisam lidar com um volume maior de tributos, tendem a pagar mais.

Como é a área de atuação?

O Analista Fiscal talvez seja um dos profissionais com maior área de atuação no mercado. Isso porque, qualquer empresa, independentemente do porte ou segmento, precisa pagar tributos e, por isso, necessita do auxilio de profissionais desse ramo.

Ou seja, é possível que ele atue tanto com a pequena loja de presentes do bairro, até com grandes empresas nacionais e multinacionais.

O que é necessário para se tornar um analista fiscal?

Para atuar como Analista Fiscal você precisa, obrigatoriamente, ser formado em Ciências Contábeis. O curso pode ser realizado tanto de forma presencial como à distância.

Contudo, se você deseja se destacar no mercado, bem como ter uma média salarial maior, a especialização se torna necessária. Até porque, os tributos acabam mudando de tempos em tempos, o que exige que o profissional se mantenha atualizado.

Ou seja, se você deseja se tornar um analista fiscal, é bom se preparar para investir sempre em capacitações e especializações. Somente assim você continuará sempre competitivo.

Tem alguma dúvida sobre essa carreira? Então aproveite para deixar o seu comentário!

Deixe uma resposta