terça-feira, novembro 19, 2019
Profissão

Analista de sistemas

analista de sistemas

O ramo de Tecnologia da Informação é uma das áreas que tem expandido bastante nos últimos anos e não é por acaso. Afinal de contas, os profissionais desse segmento se tornaram praticamente indispensáveis em qualquer setor de mercado. E dentre eles, o Analista de Sistemas é um dos que está mais presente no dia a dia empresarial.

O mercado de trabalho para esse profissional é bem amplo e oferece boas oportunidades de crescimento na carreira. Isso porque ele pode atuar em empresas de diferentes portes e segmentos.

Além disso, há a possibilidade de atuar como contratado em grandes consultoras, ou, ter um negócio próprio.

Quer saber mais sobre esta profissão? Então continue lendo esse artigo e descubra:

  • Qual a função do Analista de Sistemas;
  • Qual é o ganho salarial médio desse profissional;
  • Como funciona a área de atuação do Analista de Sistemas;
  • O que é necessário para se tornar um Analista de Sistemas.

Confira!

 

Analista de Sistemas: Qual a função desse profissional?

O Analista de Sistemas tem como principal função analisar e desenvolver sistemas de TI para empresas.

Esse profissional é responsável por todo o levantamento de informações, mapeamento de processos e modelagem de dados para desenvolver programas que supram as necessidades do cliente.

Além disso, o Analista de Sistemas também pode trabalhar solucionando problemas de ordem técnica, customização e manutenção de sistemas que já estão em operação e até mesmo a elaboração de manuais para esse tipo de solução.

Qual é o salário médio do Analista de Sistemas?

Por lei, o Analista de Sistemas não possui um piso salarial, como ocorre com outros profissionais de TI. Normalmente, os sindicados de cada Estado criam acordos coletivos que estabelecem a média salarial, bem como carga horária e benefícios.

Atualmente, um profissional do gênero ganha em média R$ 3.000. Mas esse valor pode variar bastante conforme o grau de experiência e o porte da empresa de atuação. Multinacionais, por exemplo, oferecem uma remuneração maior para profissionais dessa área.

Como funciona a área de atuação desse profissional?

A área de atuação do Analista de Sistemas é bem ampla. Contudo, o profissional precisa enfrentar uma série de desafios, uma vez que a profissão ainda não é regulamentada.

Quem deseja se formar nesse segmento, terá várias alternativas de atuação. A mais comum é trabalhando em empresas de TI que oferecem serviços para outros empreendimentos. Além disso, o profissional também pode integrar equipes dentro de negócios, ou, atuar de forma autônoma, também prestando serviços.

Segundo pesquisas, a área de TI é uma das mais promissoras do país. E a profissão de Analista de Sistemas também tem registrado excelentes números. Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que ela foi uma das profissões que mais criou empregos entre 2009 e 2012.

Por isso, se está pensando em atuar como Analista de Sistema, acredite, você está seguindo por um caminho que tem se tornado cada vez mais promissor. Mas, é importante ficar atento aos requisitos básicos necessários para exercer essa profissão.

O que é necessário para se tornar um Analista de Sistemas?

Por não seu uma profissão regulamentada, em teoria não seria obrigatória a formação específica. No entanto, a grande maioria das empresas só contrata pessoas que contam com uma especialização na área.

Logo, para conquistar uma vaga de emprego como Analista de Sistemas você precisa realizar um curso técnico ou superior. Geralmente ele tem duração de um ano e pode ser realizado à distância ou presencialmente.

Além disso, você também precisa ter um conhecimento na língua inglesa. Isso porque, o Analista de Sistemas entra em contato constante com esse idioma.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida sobre essa profissão? Então deixe um comentário

Deixe uma resposta